Topo

Notícias




Musculação e Hipertensão



  Hipertensão arterial é uma doença crónica determinada por elevados níveis de pressão sanguínea nas artérias, o que faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer circular o sangue através dos vasos sanguíneos.

  Atualmente, a hipertensão arterial atinge aproximadamente 1 bilhão de pessoas (American Heart Association, 2011) e é causa de morte de 9,4 milhões de pessoas por ano.Os idosos são os principais acometidos e cerca de 80% das pessoas com mais de 75 anos são hipertensas (figura de cima). Ou seja, sinto informar que, se você viver até os 90 anos provavelmente você também terá!

  Existem diversas estratégias para prevenção, tratamento e controle dos níveis pressóricos.Mas vamos nos ater a musculação. A musculação resulta em reduções imediatas e crônicas da pressão arterial e é recomendada como a melhor estratégia de intervenção não farmacológica e de baixo custo para combate a hipertensão.

 

No meu mestrado estudei o efeito hipotensivo de dois programas de treinamento que diferiam apenas no intervalo entre as séries em idosos ativos pré-hipertensos (de Salles et al., 2010), ou seja aquele cara que possivelmente será apresentado aos medicamentos de controle da pressão em poucos anos.

 

O incrível foi que a pressão arterial deles reduziu de 10-25% em resposta aos dois programas e permaneceu reduzida até, pelo menos, a última medida do estudo 1h após as sessões.Ou seja, os caras entraram pré-hipertensos e saíram normotensos. Esta é a resposta hipotensiva aguda ao exercício que na literatura já foi observado por até 48h após a sessão.

 

Estes dados sugerem que a musculação se mostra como um dos mais importantes e recomendados métodos de intervenção não farmacológica de baixo custo na prevenção e tratamento da hipertensão arterial.

 

DE SALLES, B. F., MAIOR, A. S., POLITO, M., ALEXANDER, J., NOVAES, J. S., RHEA, M. R., SIMÃO, R. Influence of rest interval lengths on hypotensive response after strength training sessions performed by older men. Journal of Strength and Conditioning Research, v. 24, p. 3049-3054, 2010.

 


 Belmiro Freitas de Salles PhD                                                                                                                                       Graduado EEFD/UFRJ, Especialista Musculação,Mestre UFRJ, Doutor UERJ,Professor Pesquisador (62 artigos/323 citações na SCOPUS).                                                                                                                                                         

Contato: belmirosalles@uerj.br



 

 



© 2015. Todos os Direitos Reservados - Laboratório de Corrêas - (24) 2221 2370 - laboratorio@laboratoriodecorreas.com.br - CRÉDITOS
Assessoria Cientifica: (24) 98865-0754 - Segunda a Sexta das 06:30h às 17:00h - Sábado das 07:00h às 12:00h